Seguidores

sexta-feira, 28 de janeiro de 2011

Sugestões para o culto doméstico


A prática do culto doméstico está, em sua maioria, reduzida a breves encontros individuais entre uma atividade e outra, quando começamos a leitura bíblica, mas algo fatalmente nos interrompe com urgência. Outros findam seu dia aos pés do Mestre, mas devido ao cansaço, o tempo se reduz a um mínimo e à promessa de que no dia seguinte será melhor.
Bom seria que cada lar separasse um tempo do seu dia, sem interrupções, para estar em comunhão com Deus e uns com os outros. A família é um dos alvos principais do inimigo. Destruindo a comunhão familiar, destrói-se quase tudo ao redor.

Preparar um momento de comunhão em família, principalmente se há crianças na casa, nem sempre é simples. Exige total dependência de Deus e uma vontade firme em cumprir tal propósito.

A seguir sugiro algumas alternativas que preparei para esses momentos familiares na presença do Senhor da Família. São sugestões simples que podem ser melhoradas ou modificadas conforme a necessidade.


Sugestão 1 – CUIDANDO UNS DOS OUTROS

  • Cada pessoa lê Lucas 6.31 utilizando diferentes versões bíblicas. Se houver crianças, escreva o versículo numa folha de papel e recorte como um quebra-cabeças.
  • Conversem sobre o versículo lido ou montem juntos o quebra-cabeças, conversando sobre o que diz o versículo.
  • Abram oportunidade para que cada pessoa fale sobre o que não gosta que façam consigo. Ex. Não gosto que coloquem apelido em mim.
  • Considerar que precisamos nos respeitar e não provocar o outro, tanto quanto gostamos de ser respeitados.
  • Cantem juntos um cântico ou hino sobre como Deus nos ama.
  • Orem juntos. Dois voluntários podem orar agradecendo a Deus pelo Seu amor que nos faz feliz.

Sugestão 2 – É AGRADÁVEL OUVIR OS OUTROS

  • Cada pessoa conta algo que fez ou que lhe aconteceu hoje. Mesmo as crianças podem contar suas aventuras.
  • O restante da família ouvirá atentamente e em silêncio, sem distrair-se, apreciando o que está sendo dito.
  • A família lerá junta Provérbios 18.13. O que quer dizer o versículo? Com crianças, estas podem fazer desenho sobre o texto lido.
  • Respondam juntos: 1) O que você sente quando fala algo e a outra pessoa não lhe dá atenção?  2) Como podemos ser melhor ouvintes?
  • Deus sempre nos ouve.
  • Cantar sobre o cuidado de Deus por nós.
  • Orar em frases, cada um agradecendo a Deus pelas muitas bênçãos recebidas.

Sugestão 3 – COMPARTILHAR É BOM

  • Cada membro da família inicia o culto lendo um versículo que lhe fale muito ao coração. Explica por quê.
  • Cada membro da família sugere um cântico ou hino para que todos cantem juntos, ao menos uma parte.
  • Todos lêem juntos Provérbios 15.17.
  • Qual a mensagem desse versículo? Todos podem dar sua opinião.
  • Orem juntos a Deus pelos pedidos ou agradecimentos feitos por cada um.

Sugestão 4 – ELOGIAR FAZ BEM

  • Cada pessoa escreve num papel uma qualidade de quem está ao seu lado. Não mostre a ninguém. Dobrem os papéis e coloquem dentro de uma caixa ou sacola. Misturem os papéis.
  • Redistribuam os papéis. Cada pessoa tentará descobrir a quem se refere aquela qualidade.
  • Discutam: É bom receber elogios? E fazer elogios?
  • Leiam juntos Provérbios 12.25.
  • Cantam um cântico ou hino que fale da grandeza e do poder de Deus.
  • Orem de mãos dadas, cada um dizendo uma frase de engrandecimento a Deus.

Sugestão 5 – O PERDÃO NOS DÁ VIDA!

  • Relembrem juntos a história bíblica de José, principalmente o que os irmãos lhe fizerem e sua atitude de perdão ao reencontrar os irmãos. O texto está em Gênesis 37 a 50.
  • Respondam: O que é perdoar? É fácil perdoar?
  • Deixar que quem desejar conte pequena história de perdão que já viveu, perdoando ou sendo perdoado.
  • Ler Efésios 4.32.
  • Perdoar é uma decisão racional que tomamos. Deus nos capacita. Perdoar é libertar-se da mágoa, da raiva.
  • Cantar cântico ou hino sobre o perdão, ou sobre o amor.
  •  Orar sobre mágoas guardadas, pedindo que Deus nos liberte de cada uma delas através do perdão.

Nenhum comentário:

Postar um comentário